terça-feira, 27 de julho de 2010

É sem sentido sair por aí e não amar ninguém.

Percebi a um tempo atrás que eu não conseguiria fazer uma viajem de 1 mês, 6 meses, 8 meses.. seja o que for. Lutei contra paredes, chutei baldes que não haviam, derramei lágrimas escondidas enquanto todos dormiam em 12 dias. 
Como alguém que ama muito alguém consegue ir pra longe? Passar longos meses fora? Como esse alguém suporta? (...) Eu descobri que não tenho forças. Que tudo me faz lembrar ele, até um simples hamburger ou uma blusa. Impossível esquecer alguém que mexe tanto comigo. Não me lembro de como era antes.. eu viajava e não havia nada pra lembrar? Nada pra me fazer feliz? Eu era tão sem vida. Era um corpo morto andando sem direção, sem sentido! 
A falta que ele me fez é tremenda. Eu me sinto uma doente de amor. Não tenho vergonha de dizer, eu AMO com exageros, amo sem dar explicação...


quarta-feira, 14 de julho de 2010

Vazio

Cheguei em São Luís. Cheguei mesmo ? Parece que não. Tá um vazio no meu peito, ta faltando alguma coisa muito importante.Ah sim, é você..Essa cidade não é a mesma sem sua presença. Preciso ouvir ao menos sua voz. Mentira. Quero poder te abraçar, poder ver e ouvir seu sorriso. Chega logo, galuda, to te esperando.

Fala galera !

Seguinte, como vcs ja viram a lolo teve que viajar, e nesse tempo que ela vai passar fora vou ficar postando aqui. Vou tentar postar todos os dias. Não esperem muito de mim, eu sou viciado nos posts de louise e sei o quanto eles são bons. Acho que não consigo chegar nem perto dela. Bom, é isso ae, cheguei agora em São Luís, daqui a pouco to postando.

Caíque

segunda-feira, 12 de julho de 2010

(re)postagem

Setembro de 2009

Fiquei ali, sentada sobre as mãos, observando aquele rosto sem defeitos e o topete em que eu tanto achava engraçado. Ele me encarava e sorria de canto disfarçando a timidez, eu ficava séria por alguns instantes e depois lhe retribuia. Adorava ouvir suas gargalhadas e ficar observando os seus olhares. Ele ria do meu sotaque e eu lhe dava broncas por brigar com seu irmão.
Quando eu iria me despedir, dava um beijo na sua buchecha e minha respiração parecia parar por alguns instantes.

Havia dias que ele chegava mais tarde e sentava do meu lado, ou pelo menos perto.
Ele adorava me irritar puxando meu brinco, tirando minha havaiana ou empurrando a cadeira. Outras vezes, ele puxava a minha cadeira mais para perto da dele e me "embrulhava" com o seu casaco, ficavamos lendo um para o outro ou estudando juntos.


"E até quem me vê lendo o jornal , na fila do pão, sabe que eu te encontrei" Los Hermanos - Ultimo Romance

Bom Dia (ou seria boa tarde? ah, tanto faz!)

Vou viajar hoje de madrugada e quem vai ficar cuidando do meu lindo blog será Caíque, ok?
Eu acho né.. Ele me falou que ia tentar! Mas não é difícil. Gostaria que votassem na enquete ao lado e comentassem o que vocês estão mais gostando e o que não está bom.
Bom, me despeço aqui. Boas férias gente. Voltarei dia 25 com mais posts. Amo vocês!

domingo, 11 de julho de 2010

Mas cada volta tua há de apagar

O que esta ausência tua me causou...


Quando você sente saudade demais de uma pessoa

então começa a vê-la nas outras, em todos os lugares.
É Difícil expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.
Não precisa procurar no meio da multidão, coisas acontecem quando você desiste de procurá-las(...)

sexta-feira, 9 de julho de 2010

para ele não morrer só

Já pararam para perceber que mulherengos são aqueles homens que foram mal-sucedidos no amor? É, são aqueles que resolveram virar plenos cafajestes por que alguma mulher de coração frio o deixou na mão. Isso é pleno ego. 
Tenho um amigo que me disse que ia largar a garota, que ia raspar a cabeça, ia ficar gostoso e sair beijando sem compromisso nenhum. Quer saber mais? os garotos que ficam assim só servem para serem repassados entre as amigas e nada mais. Quem vai querer um garoto com tanta fama assim? Sinceramente, eu não gostaria.
Repensem, pensem e pensem mais um pouquinho antes de cometer tal declínio. 
Nenhuma garota vai confiar totalmente em um garoto depois de souber da sua mal-fama. É dito cujo, meu bem! Seu namoro logo logo vai por agua abaixo. Não é verdade? Ou alguém atira uma pedra?
Não né? Eu já sabia.
(...)

despedida

(...)
Dei um pulo da cama correndo contra o tempo, me vesti depressa.. atordoada. 
Ele me liga ofegante, dizendo que estava na portaria do meu prédio me esperando. Sem pensar em mais nada, desci. Lágrimas queriam sair mas eu as segurava o tanto que podia, minha mãos não sabiam ficar paradas,e o pensamento, só nele.
Quando as portas do elevador se abriram, aquele sol irradiante logo bateu em meu rosto me impedindo de vê-lo. Fui abrindo meus olhos devargazinho e ele foi vindo em minha direção. 
Não queria deixa-lo partir. Eu não podia. Mas o bom-senso falou mais alto. Eu queria tranca-lo em um quartinho, cuidar dele como se fosse meu tesouro. 
(...)
Despedidas não são meu forte. Ele logo disse que teria que ir. Meu coração estava apertado e minhas mãos não largavam seu ombro. Eu não podia parar de abraça-lo. 
Mas eu o deixei ir. Fiquei vendo ele partir ali parada sem mover um musculo. O que deu em mim? Eu deveria ter corrido, deveria ter dito para ele ficar mais um pouco. Dizer que o amava tanto...
Haviam tantas lágrimas em meus olhos que não pude vê-lo direito. 
(...)

Caíque, eu estou com saudades. Eu nem sei se gosto mais de mim ou de você.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Distância, saudade e calafrios

A saudade é algo inevitável de se sentir. Em algum momento, você vai se distanciar da pessoa que faz teu coração dar pulinhos de alegria, é inevitável. Temos que estar preparados para esse momento, mesmo não querendo.
A distância para aqueles que amam, é apenas mais um pretexto para amar mais e mais... Contudo, ao mesmo tempo é algo sufocante, ameaçador, estranho. Deixa tudo sem graça, tudo sem jeito e sem cor. Nada tem sentido. A melhor coisa é ouvir aquela voz do outro lado do telefone pra dar uma trégua na maldita saudade.

Eu já não sei mais o que fazer.
Eu admito. Amo demais. Amo com exageros. Amo sem pretextos. Amo sem pedir nada em troca.
Eu simplesmente amo.

"Eu só preciso saber como vai você..."

você merece alguém

que o ame a cada batida do seu coração, alguém que pense a seu respeito a cada instante, alguém que passe cada minuto do dia apenas se perguntando o que você está fazendo, onde está, com quem está e se está bem. Precisa de alguém que possa ajudá-lo a alcançar seus sonhos. Alguém que vá tratá-lo com respeito, que ame cada lado seu, especialmente suas falhas. Você deveria estar com alguém que possa fazê-lo feliz, realmente feliz, flutuando de felicidade. Alguém que deveria ter aproveitado a chance de estar com você.

@ famousphrases

Não sei fingir que amo pouco quando em mim ama tudo.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer
Pois todos os caminhos me encaminham prá você
Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim, eu não existo sem você.

Eterno Chico

A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro.
A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos... 
TUDO BEM!
O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum... 
é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. 
Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Sabe quando você precisa falar algo muito importante e acaba dando meia volta e indo direto para geladeira?
Esses dias eu vivo isso constantemente.Querendo fugir de responsabilidades, fugir do arrependimento, fugir do encanto das palavras.
Medo de tudo. Do escuro, das borboletas, das comidas, de um animal estranho, de abrir a janela, de andar na madrugada, de fechar os olhos e não acordar mais. Porém existe um medo maior... medo do amor.
Não vou lhes mentir, mas ele ainda surge de vez em quando, vem do silêncio, do afago, do olhar.
E lhes pergunto, tem remédio?
Pior que tem! E são aquelas palavras que acolhem que quando ditas, se transformam em abraços.
Eu preciso delas.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O amor é como uma borboleta.

Por mais que tente pegá-la, ela fugirá. Mas quando menos esperar, ela estará ali do seu lado.